terça-feira, 20 de setembro de 2011

ME DEIXEM EM PAZ!!!!


Eu estou sendo perseguida! Por todo mundo! Por que? Porque comigo? Estou cansada de ouvir as pessoas falando: estou a procura da felicidade, estou fazendo isso pra achar minha felicidade....mas quem disse que eu quero ser achada? Dizem que o sentida da vida é me ter: quem foi o infeliz que inventou isso!??
Estou cansada. Desde sempre eu venho fugindo e correndo dos outros e mesmo assim todos ainda cismam em me ter. E se eu não quiser ser de ninguém? Eu vejo os outros sentimentos por ai sendo incrivelmente desprezados. As pessoas fogem do ódio, da raiva, da magoa, da dor e acham que assim vão me encontrar. Engano seu, meus caros. Sabe porque? Ai vai meu segredo: eu ando junto com eles. Eu vou aonde eles forem. Se você não deixa-los entrar em sua vida eu também nunca entrarei.
 Porque é assim que funciona. Você só pode julgar algo como bom depois de conhecer o  ruim. Você só sente os melhores perfumes depois de ter sentido os piores cheiros. Só consegue identificar o sabor doce se conhecer o amargo. Só sabe o que amar alguém se um dia já sentiu ódio. Por isso que você só me terá se experimentar o gosto salgado de uma lágrima, a rachadura profunda de um coração partido, o poço escuro da dor.
Mas convenhamos, porque mesmo as pessoas me querem!!?? Alô, Felicidade falando: vivam sua vida e me esqueçam por favor!!!!? Eu prefiro escolher as minhas companhias, porque assim como todo mundo eu não gosto de ser perseguida. Eu prefiro ficar um pouco com cada um e não ser eternamente de ninguém. Eu prefiro que as pessoas me tenham por um momento e me percam num piscar de olhos porque assim elas me dão valor.
Mas não fiquem tristes com essa confissão. Eu sempre volto. Pode não parecer às vezes, mas eu voltarei se você não ficar obcecado por mim o tempo todo. Quer dizer, eu sei que sou uma boa companhia, mas você iria se cansar de mim se eu nunca fosse embora. Por isso, deem espaço para meus outros amigos, se eles baterem a sua porta não se revolte. Deem a devida atenção para eles por alguns instantes, aprecie sua beleza e então os deixem ir também. Esse sim é o sentido da vida: experimentar de tudo um pouco.
Prometem então que vão parar de correr atrás de mim? Por favor, ME DEIXEM EM PAZ!

2 comentários:

Pam disse...

A minha felicidade desistiu de mim, ela afirmou categoricamente!

Amanda Carneiro disse...

Não, você não ouviu ela dizendo? Ela volta. quando você menos esperar