sábado, 23 de julho de 2011

Viciada


Você foi o meu remédio, mas como toda boa droga você deixou o seu rastro. Eu agora estou viciada em você. Eu quero mais, o que tive não foi suficiente. E agora qual vai ser o remédio pra esse novo vicio?
Você me deixou encantada e eu nem sei o porque ou o como. E em tão pouco tempo e só com um pouquinho... Esse é um de seus efeitos colaterais? Eu não li a bula antes! Mas você tem um gosto tão bom, tão docinho que eu estou disposta a encarar os drásticos e inevitáveis efeitos colaterais.
Só por favor, não me deixe ao final com o mesmo gosto amargo que tive que engolir do ultimo remédio que provei.

Um comentário:

Pam disse...

Como tudo na vida, a dose é o que importa. Nada em excesso faz bem :)