sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Never again


Será que um dia um outro alguém me deixará com frio na barriga do jeito que você me deixava quando te via passar? Será que soarei frio de novo como quando você sorria pra mim ou que meu coração pulará novamente do jeito que pulava com o seu "oi"?
Nunca mais senti nada parecido e, sinceramente, estou começando a dúvidar que isso aconteça. E o mais triste da história é que eu perdi você sem nunca ter te tido.

Um comentário:

Pam disse...

É triste quando perdemos algo, porque simplesmente, não lutamos por aquilo =\